Os crentes devem ter amigos não crentes? Podemos ser amigos daqueles que estão fora do Corpo de Cristo, a igreja? O que a Bíblia diz sobre o cristão ter amigos não cristãos?

Jugo Desigual

Quando Paulo estava escrevendo para a igreja em Corinto, ele estava lidando com uma igreja muito mundana. O fato de estarem vivendo em uma das cidades mais pecaminosas do mundo não ajudava. Sabemos que Deus não quer que os cristãos namorem ou se casem com pessoas fora da fé. Isto é o que significa o jugo desigual no casamento.

Esta é parte da razão pela qual Paulo escreveu:
14 Não vos prendais a um jugo desigual com os incrédulos; pois que sociedade tem a justiça com a injustiça? ou que comunhão tem a luz com as trevas? 15 Que harmonia há entre Cristo e Belial? ou que parte tem o crente com o incrédulo? 16E que consenso tem o santuário de Deus com ídolos? Pois nós somos santuário de Deus vivo, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo” (2 Coríntios 6:14-16).
Quando um crente voluntariamente se casa com um incrédulo e sabe que eles não devem fazê-lo, “os dois se tornarão uma só carne” (1 Coríntios 6:16c) e assim é como misturar água e óleo. Eles nunca se misturarão e haverá constantes atritos no casamento, assim como na criação dos filhos. Mas e quanto a ser amigo de não-crentes? Isto pode ser o que Paulo se referiu quando disse que a luz e as trevas não se misturam.

O Cristão Deve Ter Amigos Não Cristãos?

Luz e Trevas

É claro que não devemos estar desigualmente unidos no casamento, mas e na amizade? Não há nada em si mesmo errado em ser amigo de um incrédulo, mas se o cristão se encontra sendo levado a lugares que não refletem a vida do crente, então essa amizade não é do melhor interesse deles. Eu tenho amigos que não são cristãos, mas traço o caminho para ir a certos lugares onde um cristão não deveria ir. Eu também mantenho um certo padrão em filmes eu não vejo, músicas que eu não ouço, e em conversas que eu não posso em boa consciência participar. Novamente, Paulo diz aos crentes:
17 Pelo que, saí vós do meio deles e separai-vos, diz o Senhor; e não toqueis coisa imunda, e eu vos receberei; 18 e eu serei para vós Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso” (2 Coríntios 6:17-18).
Quando Paulo usa a frase “Não vos prendais a um jugo desigual” ele pode estar se referindo ao mandamento do Antigo Testamento de não unir os animais que são limpos e impuros como um boi e um jumento (Deuteronômio 22:10). Um é limpo, mas o outro não é e isso é uma abominação para Deus. Quando esses dois estão juntos, eles trabalharão um contra o outro. Um vai querer ir para um lado enquanto o outro vai puxar de outro jeito. Um vai trabalhar mais do que o outro.

Se um crente está muito ligado a um incrédulo, o incrédulo pode arrastar ou puxar o crente para áreas que não são piedosas. Deus nos diz para “sair do meio deles” porque, embora tenhamos que viver no mundo, não devemos fazer parte do mundo. Em Apocalipse, “Ouvi outra voz do céu dizer: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos sete pecados, e para que não incorras nas suas pragas” (Apocalipse 18:4).  Paulo reitera isso dizendo: “Pelo que, saí vós do meio deles e separai-vos, diz o Senhor; e não toqueis coisa imunda, e eu vos receberei” (2 Coríntios 6:17).

O significado da palavra “santificado” deve ser separado para uso sagrado e devemos estar separados do mundo enquanto ainda vivemos no mundo. Está claro na Bíblia que “As más companhias corrompem os bons costumes” (1 Coríntios 15:33).

Conclusão

Não podemos nos desassociar completamente do mundo e daqueles que estão no mundo. É bom ser amigo de não crentes até certo ponto, mas nossos melhores amigos devem ser aqueles no Corpo de Cristo, a igreja. Ser amigo do mundo é um terreno perigoso para o cristão, pois Tiago escreveu: “Infiéis, não sabeis que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus” (Tiago 4:4). Somos informados: “Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele” (1 João 2:15). Este não é o mundo de nosso Pai ... somos peregrinos que vivem em uma terra temporária que não é nossa. 

O mundo que virá no Reino dos Céus é o nosso futuro lar. Se devemos ser amigos de não-cristãos, vamos ter cautela e traçar uma linha na areia. Nós podemos ser seus amigos e usar nossas amizades como uma maneira de compartilhar o evangelho tanto por nossas palavras quanto pelo amor que mostramos a eles, mas não podemos estar muito próximos a eles porque a luz e as trevas não têm comunhão. Nós somos os filhos da luz e devemos sair do mundo mesmo enquanto ainda vivemos nele.

Se você ainda não se arrependeu, confessou seus pecados a Deus e colocou sua confiança em Jesus Cristo como Senhor e Salvador, então ainda está vivendo nas trevas e espera por você um certo julgamento temeroso que está além da descrição. Hoje, se você não endurecer mais seu coração, poderá receber a vida eterna em Jesus Cristo crendo Nele e recebendo a fé salvadora. 

A verdade é que “agora é o momento favorável; eis que agora é o dia da salvação ”(2 Coríntios 6:2) e assim “Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações como na rebelião” (Hebreus 3:15). Se você esperar, pode ser tarde demais, ninguém ter qualquer garantia de que o amanhã possa vir (Provérbios 27:1).

Postar Comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem